Fafá virou marca nacional desde o começo da carreira. Marca nacional de alegria, com aquela gargalhada sinceramente estrondosa que é capaz de levantar os ânimos de qualquer um. Marca nacional de saúde, a bela mulher brasileira que batizou até as lanternas do antigo Fusquinha, outra paixão popular. Marca nacional de liberdade, símbolo de um movimento político que fez milhões de brasileiros se emocionarem com sua interpretação do hino pátrio.

Esta é Fafá de Belém. Ou melhor: Fafá do Mundo.

Pasquim 1981


Jornal: Pasquim

De 24 de Dezembro de 1981

Entrevistador: Ricky
Trecho da entrevista:
Ana Sabugosa: “Tem um travesti no Rio que faz a Fafá em boates gays. A Fafá, inclusive, dá roupas para ele. No último dia de um show dela no Rio, ele foi vestido de Fafá. Foi fantástico, o público não entendeu nada.

Fafá: “Adoro a rapaziada gay. Sou muito viada! Demais. Sou muito fresca…. ( se derrete toda). A viadagem é genial”.

Fonte:  Ricardo Sérgio


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...